Diferenciais Maminfo

Capilaridade
Nacional

Logística e Estoque

Suporte 24HRS

Suporte Bilíngue

Expertise em Projetos

WhatsApp Image 2021-08-30 at 17.09.40

COMO O AGRONEGÓCIO E A TECNOLOGIA TEM TUDO A VER

Quem ainda acha que campo e tecnologia são coisas distantes, está para lá de ultrapassado. A tecnologia caminha e se aproxima cada vez mais do agronegócio, trazendo soluções e inovações para o produtor rural.

Já faz algum tempo que o agronegócio brasileiro tem alavancado a economia nacional, com seus números expressivos, tanto em quantidade como em qualidade, e exportação de produtos agrícolas, seja de produtos animais ou vegetais. Entretanto, um assunto que tem chamado a atenção do público e refere-se a infraestrutura para conectividade das novas tecnologias, pois segundo um levantamento (Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI/2019), o acesso à internet nas áreas rurais passou de 34%, em 2017, para 44%, em 2018.

Mesmo com essa deficiência de conexão, o setor tem investido em novas soluções para otimização dos recursos. Inteligência artificial, big data, comunicação em nuvem estão entre algumas das tendências identificadas para a transformação do agronegócio. Pesquisas vêm sendo desenvolvidos por empresas e instituições mundiais, visando automatizar as mais diversas atividades do setor e ampliar a competitividade do agronegócio, com a consequente redução de custos, de tempo e aumento de eficiência e produtividade.

WI-FI PARA O CAMPO

            Pensando no gargalo que o campo vive hoje com relação a rede e conexão, a MAMINFO em parceria com a TBNet promove soluções customizadas e com integração para diferentes necessidades e localidades.

            A conectividade de sua fazenda pode contar com duas soluções: LinkBooster, solução pioneira de conectividade dual chip 4G baseados nas 2 melhores operadoras locais, e AlwaysOn, solução de infraestrutura de transporte de dados por meio de rede wireless (radiofrequência) de alta capacidade e disponibilidade.

LINKBOOSTER

• Versões Full e Light para ponto de venda e agência.

• SIM cards de 2GB a 100GB.

• Gestão online de franquias compartilhadas.

• Ativação e sustentação 24×7 – fornecimento de modens e concentradores TBNet.

Solução “Full”

• Ativação e sustentação de equipamentos no data center do Cliente;

• Fornecimento de links com redundância.

• Maior SLA de Disponibilidade (conexão fim a fim).

Solução “Light”

• Conexão de internet com dupla abordagem para os Data Centers do Cliente ou Aplicações na “nuvem”

ALWAYSON

TECNOLOGIAS QUE SE DESTACAM E AGREGAM NO CAMPO

Como mencionamos acima, existem várias tecnologias que estão sendo implementadas no agronegócio brasileiro e que permitem melhorar, analisar e atuar nos vários aspectos da produção agrícola, tendo tanto efeito ambiental, como em termos de qualidade e produtividade do agronegócio como um todo.

Listamos abaixo algumas das tecnologias em uso e que, de alguma forma, buscam a utilização melhor dos recursos e que fazem parte da transformação digital do agro.

IoT e os sensores

A Internet das Coisas (ou IoT, Internet of Things) — uma das tecnologias que conecta os mais diversos itens à internet para estabelecer comunicação não só entre eles, mas com usuários —, juntamente com os seus sensores, é um dos principais focos da transformação digital na agricultura. Entretanto, mais do que simplesmente conectar o campo, esta tecnologia demonstra grande potencial para melhorar a sustentabilidade das culturas agrícolas.

IoT pode ser utilizada em vários outros cenários, a fim de melhorar sustentabilidade da produção. IoT em uma granja, por exemplo, pode detectar a falta de água ou alimento, fatores totalmente ligados ao bom desenvolvimento dos animais e, assim, acionar sistemas que liberem mais ração e/ou água. Além disso, uma solução como essa pode dar apoio ao controle das condições de qualidade do ar do ambiente onde os animais se encontram, analisando e detectando problemas em diferentes variáveis (como excesso de CO2, umidade entre outros). Sensores que monitoram as condições dos animais em uma pastagem, por sua vez, podem alertar sobre problemas de saúde ou nutrição de animais.

IoT também pode ser aplicada à detecção de condições adversas no campo, emitindo alertas quando há detecção de fogo ou nível de umidade do ar excessivamente baixa (que permite maiores condições a incêndios). Outros tipos de soluções utilizam IoT na detecção de pragas online na lavoura, com a programação para que a pulverização de produtos defensivos só seja efetuada após um certo nível de infestação à cultura ser detectado. Nesse tipo de uso, evitam-se pulverizações desnecessárias e, consequentemente, diminui-se a quantidade de produtos lançados.

Data Analytics

Data Analytics é o processo de analisar informações (dados) com um propósito específico — isto é, pesquisar e responder perguntas com base em dados e com uma metodologia clara. Assim, Analytics funciona como a utilização da matemática e informações estatísticas extraídas pela análise de dados que permitem segmentar, agrupar ou dar notas aos diferentes cenários e predizer quais deles são mais prováveis.

Em agronegócios, Data Analytics é uma técnica de Análise os Dados extraídos do campo, procurando detectar correlações e tendências. Com a análise de dados do campo, é possível predizer e tentar entender o comportamento de suas variáveis.

Como exemplo, podemos ter um Data Analytics dos dados do solo de uma cultura — claro que, para isso, é necessário realizar uma coleta de dados históricos anteriormente. Com essa análise, é possível entender o impacto das diferentes ações no solo, como umidade, nível de nutrientes, material orgânico. A partir desses dados, é possível realizar tarefas que agridam e interfiram na dinâmica da terra minimamente.

Dessa forma, Data Analytics é uma importante ferramenta de auxílio na manutenção das boas práticas ambientais, baseando-se em informações do campo e predizendo quais os manejos corretos e mais adequados para cada situação.

Aprendizado de Máquinas do Campo | Equipamentos

O Machine Learning (ML, Aprendizado de Máquinas) é parte da inteligência artificial. Com ele, é possível “treinar computadores” para determinar padrões e tendências entre os dados para suprir ferramentas para tomada de decisão. Por exemplo, em termos de imagens, é possível gerar mecanismos em que o algoritmo consiga detectar com um grau de precisão quando existe a presença de alguma doença (necessário o cientista de dados, mas também alguém que consiga identificar pela imagem se algum tipo de doença existe ou não).

Baseado neste conhecimento de aprendizado de máquina, e pensando na segurança necessária para essa máquinas e equipamentos inteligentes do agronegócio, a MAMINFO trabalha com soluções FORTINET, líder no setor de Cibersegurança, que possui suas soluções com linguagem facilitada para esses engenhos.

Um dos produtos mais procurados é o FortiGate Rugged 60D, um sistema de controle industrial, desenvolvido para máquinas que enfrentam um número crescente de ataques direcionados e são especialmente vulneráveis a ataques com o potencial de causar interrupções de larga escala.

Enquanto improváveis soluções de segurança tradicionais são destinadas para um ambiente de escritório, o FortiGate Rugged 60D é um appliance de segurança all-in-one, industrialmente reforçado que oferece proteção contra ameaças avançadas para assegurar o controle crítico a redes industriais, contra os ataques maliciosos.

Num futuro próximo, a máquina vai aprender, com ajuda da inteligência artificial, o que deve fazer para garantir o melhor desempenho, cabendo ao homem acompanhar, monitorar e validar as tomadas de decisões. Tudo isso, claro, devidamente conectado à internet, calculando variáveis como a previsão do tempo e gerando dados que podem ser acessados a qualquer momento.

CONCLUSÃO

O avanço da automação dos diversos processos no campo, seja pela robótica ou outros caminhos tecnológicos, parece ser um caminho sem volta. A necessidade de aumento da produção de alimentos de qualidade — aliada ao fato do Brasil ser um dos principais fornecedores de alimentos no mundo e somada à tecnologia digital, cada vez mais desenvolvida e incorporada ao meio agrícola — tende a fazer com que a automação digital no agronegócio tenha cada vez maior influência na produção agrícola também.

As velocidades de transmissão e o baixo tempo de latência disponibilizados pelas recentes redes 5G surgem como um fator extra para termos a expectativa de surgimento de mais robôs agrícolas e mesmo maquinário autônomo para as mais diversas atividades da agricultura.

Tecnologias como a própria robótica, aliadas a conhecimentos de inteligência artificial, visão computacional, aprendizado de máquina, sensores, drones, internet das coisas entre tantos vários outros fatores tendem a aumentar e acelerar o desenvolvimento no agro. Ou seja, a importância de uma boa infraestrutura para as conexões necessárias no campo, tende a crescer à medida que a transformação digital no campo acontece. A MAMINFO continua acompanhando e trabalhando junto às inovações no campo e acredita que o desenvolvimento agrícola precisa ser acompanhado de novas tecnologias e que estas novas tecnologias devem ajudar a alavancar a produção, mas contribuindo também para aumentar a sustentabilidade das ações no campo.

compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ouvidoria

nós temos a solução para seu negócio

fale conosco sem compromisso!

E-mail
comercial@maminfo.com.br

Central de Atendimento
0800 940 0823
(19) 3751 - 3100

Siga-nos

Obrigado (a) pelo contato!

Obrigada (o) pelo contato, em breve nossos especialistas entrarão em contato com você!

Enviar
Fale com um especialista