Diferenciais Maminfo

Capilaridade
Nacional

Logística e Estoque

Suporte 24HRS

Suporte Bilíngue

Expertise em Projetos

MAM_Editado

Automatize operações e garanta produtividade na gestão de armazenagem

WMS E SEU SIGNIFICADO:

Um sistema de gerenciamento de armazém (WMS) é um software projetado para administrar e gerenciar as atividades e equipes em armazém e centros de distribuição. Eles facilitam a gestão em seu planejamento diário, organizando, equipe, direcionando e controlando a utilização dos recursos disponíveis, para movimentar e armazenar materiais dentro, dentro e fora de um armazém, ao mesmo tempo em que auxilia o operacional em todas as atividades dentro do armazém.

A solução de gestão de armazenagem da MAMINFO atende negócios de todos os portes, sejam atacadistas ou distribuidores. Você poderá reduzir custos, acompanhar seus resultados de forma simplificada e ter controle total do seu fluxo de armazenagem. Seja na movimentação de mercadorias dentro do armazém ou no planejamento de embarque, o WMS sempre busca aumentar a sua eficiência logística.

O uso de um sistema como esse pode gerar muitas vantagens competitivas para as empresas em relação a seus concorrentes, devido aos diversos benefícios que ele pode proporcionar. Dentre eles:

  • Maior eficiência no gerenciamento de armazéns e centros de distribuição;
  • Maior organização e automatização dos processos logísticos;
  • Otimização do espaço para armazenagem;
  • Otimização das atividades operacionais e administrativas;
  • Informações em tempo real sobre inventário, etapas e processos;

SUAS CARACTERÍSTICAS:

Um sistema WMS usa um banco de dados configurado para suportar operações de armazém, contendo detalhes descrevendo uma variedade de elementos de armazém padrão, incluindo:

Unidades individuais de manutenção de estoque (SKUs) que são manipuladas e armazenadas, por exemplo, peso, dimensões, embalagem de casos, etiquetas de identificação automáticas (códigos de barras etc.) e inventário por local com data de fabricação, código de lote etc. As SKUs podem incluir informações básicas materiais, peças fabricadas, montagens e produtos industriais e de consumo etc.;

Locais de armazenamento do armazém, por exemplo, número de localização individual, sequência de seleção, tipo de uso (picking, armazenamento de reserva etc.), tipo de armazenamento (palete, caixa unidade), tamanho ou capacidade de localização, restrição de armazenamento (inflamável, perigoso, alto materiais de valor, exterior etc.),

Doca, por exemplo, número individual etc.;

Taxas de produtividade laboral esperadas por função ou atividade, por exemplo, casos escolhidos por hora-homem, por unidade movimentada etc.

As funções diárias de gerenciamento incluem:

Planejamento – diário de recebimento das docas, selecionando a carga de trabalho / ordens a serem processadas no dia ou turno, calculando uma estimativa da mão-de-obra e dos veículos necessários para escolher e envie os pedidos para garantir que o pessoal seja apropriado e as operadoras sejam notificadas a tempo de atender aos requisitos diários.

Organizar – sequenciar os pedidos a serem separados. A organização de pedidos de picking pode ser realizada de várias maneiras, atendendo às necessidades do usuário. O objetivo principal é ser intencional e não escolher as ordens na sequência em que foram recebidas dando prioridade ao tipo de embarque e veículo. O processo tem como prioridade minimizar a necessidade de espaço de embarque, agrupando os pedidos e dando vazão ao carregamento monitorando do progresso durante o dia para eliminar ou reduzir solicitações de última hora gerando horas extras ou atrasos de saída.

Pessoal – atribuir atividades por tipo de operação, com chamada ativa operador só recebe a informação de sua atividade.

Informações – garantindo que os processos e procedimentos documentados sejam incorporados no WMS e sejam consistentemente aplicados, utilizados e apropriados para a natureza das intenções de trabalho e nível de serviço da empresa Esta função também pode ser usada para dividir ordens individuais em unidades de trabalho lógicas e a capacidade de atribuí-las a operadores por atividade, por exemplo, separando picking dimensionando a carga de trabalho por atividade.

Controle – fornecendo marcos para o gerenciamento para monitorar o progresso durante o dia, proporcionando a oportunidade de responder aos problemas de forma oportuna e reportar os dados para análise de desempenho.

SUAS INTEGRAÇÕES:

Os sistemas de gerenciamento de armazém suportam a equipe do armazém na realização dos processos necessários para lidar com todas as principais e muitas tarefas menores do armazém, como recebimento, inspeção e aceitação, colocação, reposição interna para escolher posições, picking, embalagem, montagem de pedidos na estação de embarque, documentação e envio (carregamento em veículos transportadores). Um sistema de gerenciamento de armazém também ajuda na validação de cada etapa, capturando e registrando todas as movimentações de inventário e mudanças de status no arquivo de dados.

Um sistema de gerenciamento de armazém geralmente representa a unidade central na estrutura de software de um armazém. O WMS recebe atividades do sistema ERP, administra esses em um banco de dados e, após a otimização apropriada, os fornece aos sistemas de coletores de dados e terminais.

Isso fica claro quando você olha para os processos necessários para o E-Commerce: assim que um cliente faz um pedido dentro de uma loja online, a informação é transmitida através do computador host do negócio (principalmente um sistema ERP) para o WMS. Todas as etapas necessárias para gerenciar este pedido, escolher os itens encomendados etc. são processadas no WMS. Depois, as informações são enviadas de volta para o computador host do negócio para suportar transações financeiras, notificações de embarque antecipadas aos clientes, gerenciamento de inventário etc.

Um WMS moderno se conectará a uma variedade de tecnologias de comunicação (radiofrequência), tecnologias de identificação automática (código de barras, RFID etc.), computadores móveis e manipulação de material ocasionalmente automatizada (transportadores e sorção) e equipamentos de armazenamento (carrosséis, armazenamento automático e recuperação etc.).

QUAIS OS TIPOS:

Os sistemas de gerenciamento de armazém podem ser sistemas autônomos, parte dos conjuntos de execução da cadeia de suprimentos ou módulos de um sistema de planejamento de recursos empresariais (ERP). Dependendo do tamanho e sofisticação da organização, o sistema pode ser tão simples como uma planilha que é atualizada quando necessário, usando software como Microsoft Excel ou Access ou programas de software específicos.

compartilhar

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on telegram

Deixe um comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ouvidoria

nós temos a solução para seu negócio

fale conosco sem compromisso!

E-mail
comercial@maminfo.com.br

Central de Atendimento
0800 940 0823
(19) 3751 - 3100

Siga-nos

Obrigado (a) pelo contato!

Obrigada (o) pelo contato, em breve nossos especialistas entrarão em contato com você!

Enviar
Fale com um especialista