Brasil registra mais de 4 milhões de ataques cibernéticos em maio




O Brasil registrou mais de 4 milhões de ataques cibernéticos em maio deste ano, de acordo com levantamento realizado pela PSafe. Desses, foram bloqueados no País mais de 2,8 milhões de cavalos de troia, que são porta de entrada para diversas ameaças mais sérias à segurança do usuário de dispositivos conectados, seguido de pouco mais de 869 mil propagandas maliciosas (adwares).

Ainda de acordo com a pesquisa, usuários de dispositivos móveis da região Sudeste são principal alvo de cibercriminosos, somando mais de 2,1 milhões de malwares. O estado de São Paulo foi o que mais registrou ameaças, respondendo por três em cada dez ataques cibernéticos ocorridos no País.

No ranking dos estados mais visados por cibercriminosos no mês aparecem, ainda, o Rio de Janeiro, com mais de 490 mil malwares bloqueados, Minas Gerais, com 378 mil ameaças combatidas, Bahia, com 306 mil malwares encontrados, e Pernambuco, com mais de 243 mil.

A região do Nordeste aparece logo na sequência, com mais de 1 milhão de ameaças cibernéticas identificadas e bloqueadas pela PSafe, bem à frente do Sul, Centro-Oeste e Norte.

“Todos os dias o PSafe Total bloqueia mais de 500 mil páginas infectadas e mais de 130 mil ameaças de malwares, números que mostram a importância de se criar no Brasil uma cultura de segurança virtual com a manutenção de dispositivos seguros”, afirma Marco DeMello, CEO da PSafe.

Os dados do Mapa de Ameaças Digitais do Brasil foram coletados a partir das tentativas de ataques barradas pelo aplicativo PSafe TOTAL, assistente virtual de segurança e performance para smartphones com sistema operacional Android, que possui mais de 75 milhões de downloads e 21 milhões de usuários ativos.